9/01/2006

Misty*














Gustav Klimt - The Kiss

O desejo de uma boca não é grave. Mas é aguda esta pontada de espanto com que te vejo advinhar-me os passos. Os passos interiores. À tua volta. Vou fumar. Vou fumar, para que me passe esta grave vontade de que continues advinhando os meus lábios. Imaginando com os dedos a forma como te respondem quando perguntas se acredito que sentes exactamente o que eu penso. O desejo de uma boca não é. Grave. Mas eu sinto uma dor. Aguda. Pelas tuas mãos. Ausentes.

*Sarah Vaughan and Quincy Jones (2:59) in 'Misty'

8 comments:

Kish said...

um grande blog mesmo! adorei as musicas q ja ouvi, e claro, esta nos favoritos agora. até mais!

Elisa said...

Obrigada Kish. Volta sempre.

vbm said...

Sarah Vaughan
lembra-me sempre
tu.

Elisa said...

Eu sei. Dizias que a minha voz era parecida com a dela, quando falava. Sarah Vaughan lembra-me sempre tu. E é sabido como, malgré tout, tout ça me manque.
Um beijo.

IO said...

Bem regressada, fazes falta! - um beijo, IO.

Elisa said...

Io
como se costuma dizer, só faz falta quem está :-) Bom, agora já estou, sim
Beijo

maria said...

Voltaste em "alta", Elisa! Continua assim, amiga.

Bjo.

Elisa said...

Maria
Bem aparecida. Up's and down's comme d'habitude.
Beijo.