3/24/2006

In a Sentimental Mood*













Aqui tens uma das minhas orelhas. Uma orelha perfeita. Para a tua voz. Ou até para o que, sem ela, escuto de ti. Aqui tens a minha pequeníssima orelha para tudo o que quiseres que eu ouça. E para tudo o que nunca me deixarás ouvir. Aqui tens a minha orelha pequenina para todas as tuas constelações de sons. Coisa mais improvável esta. Estar sentimental. Estar disponível para, com os sentidos todos, ficar quieta enquanto a tempestade se anuncia. Para permanecer. Assim. Urgentemente.

*John Coltrane (4:17) in 'Coltrane For Lovers'

Também acho que se impõe a versão da Sarah Vaughan (4:03) in 'After Hours'

2 comments:

Dançarino de Noites de Primavera said...

Urgentemente. Soltam-se as palavras, galgam rios, montanhas, transcendem as fronteiras do riso, eclodem em planícies de ternura. Urgentemente vão até ti, sedentas da tua voz, do teu suspiro. E talvez, assim, se inventem os beijos, as searas, as quimeras, talvez redescubramos as visitas de um amor pelo universo através de manhãs claras. Talvez estas te sussurem ao ouvido aquele todo tanto de tanta coisa que se atravessa pela noite. Eis-me aqui. Urgentemente...Convidando-te para dançar...

BlahBlahBlah said...

Dança comigo; um bonito convite.
Espero que a Elisa o aceite porque li algures, aí "pelo mundo", uma declaração de cortar a respiração :)