11/13/2006

Mon Coeur est Rouge (a.k.a. Paint My Heart Red) *


















Mark Rothko - White over Red

Não te servem estas mãos? O coração encontra-se na beleza das coisas. No mesmo lugar onde se perde. Nos laços que não quebramos. Nas cinzas que não espalhamos. Nas gavetas cheias de objectos cegos. Entre o esquecimento e a esperança. Tanto faz. A memória é noutro sítio qualquer. Não se toca com as mãos. Nos lugares da memória. A menos que as mãos sejam as mesmas. Que tocam o coração.

* Keith Jarrett (8:30) 'The Carnegie Hall Concert'

4 comments:

Luis said...

Não com essas mãos. Eu respondo. Mas só quando puder.

grace said...

il rosso è bellissimo...:)

baci
*g

Elisa said...

Não é preciso responderes Luís. Foi apenas uma sugestão de umas mãos e um local e uma banda sonora com que e onde e ao som da qual pudesses espalhar as cinzas. Eu, as minhas cinzas, espalho-as frequentemente ao som desta música. A beleza das coisas, ao contrário do que disse a Carla de Elsinore um destes dias, traz consolação. Aliás, acho mesmo que a beleza das coisas é aquilo que nos dá conforto.
Mas, sim, a beleza é muito subjectiva. Para mim esta música condensa toda a beleza que pode haver no mundo, nas pessoas...

Elisa said...

Ciao Grace
como stai? Il rosso è bello, si. Troppo bello. Como questa musica.
Baci tanti per te.
Saudades