3/01/2007

Fate*

















Mário Cesariny - O que está em cima é igual ao que está em baixo

Março começa e eu, se me fosse permitido, mudaria tudo. A morte de que não me livrarei nunca. O amor de que não me livrarei nunca. Março começa e eu tenho duas memórias que, sendo tão diferentes, se parecem tanto. No que delas há de imutável. A sua inscrição em mim. A determinação no que agora sou e no que não era há trezentos e sessenta e cinco dias ou há trezentos e sessenta e cinco dias vezes quatro. Março começa e eu não percebo esta inevitabilidade. Março começa e eu mudaria tudo. Para voltar a pôr as coisas nos seus sítios. Nesses onde estavam há trezentos e sessenta e cinco dias vezes quatro ou há trezentos e sessenta e cinco vezes um. Perfeitamente arrumadas e exactas. Se me fosse permitido.

* Branford Marsalis (8:24) in 'Braggtown'

11 comments:

carlos hermes said...

Olá Elisa,

Só para lhe dar os parabéns pelo seu bom gosto musical, quer pelos seus belos escritos.

Obrigado Elisa.

Um Xi-coraçãodo meu eu, Carlos

Elisa said...

Obrigada Carlos.
Um abraço

Salsa said...

Atos são irrevogáveis. Atos são desafios ao velado destino: sem chance de retorno. Escreveu, está escrito. Pode chorar, mas, creio eu, melhor é rir.

Elisa said...

365 dias e 365 dias vezes 4 são muitos dias. Dá para chorar nuns e rir nos outros. E quem disse que rir é melhor que chorar?

Salsa said...

O riso não é melhor nem pior, é mais um desafio ao irrevogável. Ambos, riso e choro, são forças dionisíacas - motor de nossa tragédia. Aqui na terra brasilis as lágrimas têm sobrepujado o bom e velho riso.

Elisa said...

Ambos são o que são. E aparecem quando aparece. Por aí, lamento :-(
um beijo

Sandman of the Endless said...

Adoro o Branford, querida... Essa interpretação de "Fate" está divina...

Elisa said...

está, não está? Também acho, naturalmente.

com.tudo said...

gostamos tanto do seu blog que o linkámos nos favoritos do nosso.

era para a informar/pedir autorização para tal.

abraço e parabéns pelo seu belíssimo blog.

Elisa said...

Ora essa. Esteja à vontade para linkar... eu agradeço.
um abraço.

Elisa said...

Ora essa. Esteja à vontade para linkar... eu agradeço.
um abraço.