10/16/2007

Time Remembered*

















Paul Klee - Embrace

Esquecemos o tempo. Todo o tempo. Menos os abraços. O tempo. Que demoram. Os abraços.

* Bill Evans Trio (5:35) in 'Time Remembered'

12 comments:

maria m. said...

sempre tornas a tristeza em palavras poeticamente belas.

um abraço!

Elisa said...

maria m. não necessariamente a tristeza. Um abraço não é triste. Pelo menos estes abraços do tempo em que me abraçavam assim.

maria m. said...

tens razão.
eu li o texto pela nostalgia desses abraços.
mas é verdade que (noutros textos) até a tristeza é bela nas tuas palavras ;)

Elisa said...

Maria, obrigada... fico contente se vês a beleza onde eu pretendo que ela exista :-)

cd said...

Alguns colegas me falaram do seu blog. Realmente, é um trabalho muito bom. Parabéns.
Visite-me no http://jazzigo.blogspot.com ;^)

Elisa said...

Olá Cd, obrigada pela visita. Volte sempre que eu lá irei ao seu Jazzigo (hum... um nome um bocadinho mórbido, não?

Carlos said...

Elisa, pergunta que já devem ter feito inúmeras vezes: no seu blog não tem como baixar os arquivos, né? É só pra ouvir mesmo? Um beijo, viu. E parabéns pelo blog. É dos mais bacanas que encontrei.

Elisa said...

Carlos
Não dá para baixar, não. Mas é só porque eu não faço a mínima ideia como se faz isso. Obrigada pelos parabéns. Eu também acho este um lugar bonito :) Ainda bem que os outros também gostam.

odeusdamaquina said...

Obrigado pelo Paul Klee, um daqueles pintores mais amados por mim. E depois, pelas palavras emanadas na espuma do tempo.

Elisa said...

odeusdamaquina
agradecida fico eu pela visita.

ivone said...

o tempo perguntou ao tempo quanto tempo o tempo tem.sem tempo o tempo nada respondeu.
um abraço.
com tempo.

Elisa said...

Ivone
toma lá um abraço. Cheio de tempo. E eu gosto dessa cantilena do tempo... mas a minha termina de outro modo:
o tempo perguntou ao tempo quanto tempo o tempo tem e o tempo respondeu ao tempo que o tempo tem tanto tempo quanto tempo o tempo tem.